Skip to main content
Automação de ProcessosInteligência Artificial

Chatbot: O Que É, Com Funciona e Exemplos de Uso

By November 7, 2023December 15th, 2023No Comments
Chatbot: imagem de três funcionários em um escritório.

Você já se perguntou como a tecnologia está transformando a forma como as empresas se conectam com seus clientes? De acordo com a Chatbots Survey 2017, realizada pela Take, há uma revolução em andamento, e os chatbots estão liderando o caminho.

Surpreendentemente, 95% dos entrevistados acreditam que o atendimento ao cliente será a área mais beneficiada pela ascensão dos chatbots. Isso não é mero otimismo; é uma tendência clara e comprovada.

Se você está curioso para entender como essa tecnologia está impactando o atendimento ao cliente, ou se deseja saber como ela pode melhorar a eficiência dos processos de negócios, você veio ao lugar certo. Neste artigo, vamos explorar tudo o que você precisa saber sobre os chatbots.

O Que É um Chatbot?

Um chatbot é um programa de computador projetado para simular uma conversa humana, especialmente por meio de texto ou voz, com o objetivo de interagir com os usuários e responder às suas perguntas ou fornecer assistência em tarefas específicas. 

Os chatbots são baseados em inteligência artificial e são usados em uma variedade de contextos, os quais iremos explorar mais a seguir.

Os chatbots podem ser programados para responder a perguntas frequentes, executar tarefas específicas, como fazer reservas ou pedir comida, ou simplesmente manter uma conversa casual para proporcionar uma experiência mais interativa aos usuários.

Eles podem operar em plataformas de mensagens instantâneas, sites, aplicativos móveis e outros canais de comunicação. Os chatbots utilizam técnicas de processamento de linguagem natural (NLP) para entender as perguntas e comandos dos usuários e gerar respostas relevantes.

Eles podem ser projetados para funcionar com base em regras predefinidas, ou podem ser treinados com aprendizado de máquina para melhorar sua capacidade de compreensão e interação ao longo do tempo.

Como os Chatbots Usam a Inteligência Artificial?

Os chatbots utilizam a inteligência artificial (IA) de várias maneiras para fornecer respostas automatizadas e interações mais sofisticadas com os usuários. Aqui estão algumas das principais maneiras pelas quais os chatbots aproveitam a IA:

Processamento de Linguagem Natural: a NLP é uma tecnologia fundamental na IA que permite aos chatbots entender e interpretar a linguagem humana. Isso permite que eles compreendam as perguntas e declarações dos usuários, independentemente da forma como são expressas.

Aprendizado de Máquina: os chatbots muitas vezes empregam algoritmos de aprendizado de máquina para melhorar seu desempenho ao longo do tempo. Eles podem ser treinados em grandes volumes de dados para melhorar a compreensão e a capacidade de resposta, ajustando-se às necessidades dos usuários.

Reconhecimento de Intenções: a IA permite que os chatbots reconheçam a intenção por trás das mensagens dos usuários. Isso ajuda os chatbots a determinar o que o usuário está tentando realizar e a fornecer respostas relevantes com base nessa intenção.

Memória de Conversação: a IA permite que os chatbots mantenham o contexto da conversa, lembrando interações anteriores. Isso ajuda a criar conversas mais naturais e eficazes, pois os chatbots podem se referir a informações compartilhadas anteriormente.

Personalização: os chatbots podem usar a IA para personalizar as interações com os usuários, adaptando as respostas com base no histórico de conversas e nas preferências do usuário. Isso melhora a experiência do usuário e torna as interações mais relevantes.

Resolução de Problemas Complexos: em setores como atendimento ao cliente e suporte técnico, os chatbots podem usar a IA para solucionar problemas complexos, fornecendo respostas detalhadas e orientações passo a passo.

Análise de Sentimento: os chatbots podem usar a IA para analisar o sentimento dos usuários com base em suas mensagens. Isso pode ajudar as empresas a avaliar o feedback dos clientes e identificar problemas ou oportunidades.

Contexto Histórico dos Chatbots

A história dos chatbots é fascinante e abrange várias décadas de desenvolvimento. Separamos para você um resumo da evolução dos chatbots. Veja a seguir:

“Eu, Robô” – 1940: a obra de ficção “I, Robot” de Isaac Asimov introduziu o conceito de robôs inteligentes e as Três Leis da Robótica, que serviram como inspiração para o desenvolvimento de chatbots;

Teste de Turing – 1950: Alan Turing propôs o famoso “Teste de Turing” como um critério para determinar se uma máquina pode se passar por um ser humano em uma conversa;

Chatbot Eliza – 1966: Joseph Weizenbaum desenvolveu o Eliza, um dos primeiros chatbots, que simulava uma terapeuta e interagia com os usuários de acordo com os termos inseridos por eles;

Chatbot Parry – 1972: O chatbot Parry simulava uma pessoa com esquizofrenia paranoide e tinha uma estratégia de comunicação mais ampla em comparação com o Eliza;

Chatbot Jabberwacky – 1988: Jabberwacky foi um chatbot bem-humorado que visava interagir com os usuários de forma divertida e interessante;

Chatbot Dr. Sbaitso – 1992: Dr. Sbaitso era um chatbot que funcionava por meio de um sintetizador de voz, produzindo uma versão artificial da fala humana;

Chatbot A.L.I.C.E. – 1995: a A.L.I.C.E. (Artificial Linguistic Internet Computer Entity) usava linguagem de marcação de inteligência artificial para fornecer respostas pré-programadas com base nas interações dos usuários;

Chatbot Watson – 2006: a IBM desenvolveu o chatbot Watson, que ganhou destaque ao competir no programa de perguntas e respostas “Jeopardy!” e, posteriormente, evoluiu para se tornar uma plataforma de IA;

Siri – Assistente Virtual – 2010: a Siri, desenvolvida pela Apple, tornou-se um dos assistentes virtuais mais conhecidos, respondendo a perguntas e realizando ações solicitadas por meio de comandos de voz;

Google Assistente – Assistente Virtual – 2012: o Google Assistente é uma resposta da Google à Siri, oferecendo respostas a perguntas, execução de ações e integração com dispositivos Android;

Alexa – Assistente Virtual – 2014: a Amazon lançou a Alexa, que se tornou uma das assistentes virtuais mais populares, controlando dispositivos inteligentes em casa, tocando música e muito mais;

Cortana – 2014: a Microsoft desenvolveu a Cortana, disponível em dispositivos com Windows 10, que responde a comandos de voz e ajuda os usuários em tarefas cotidianas;

Chatbots do Messenger – 2016: o Facebook permitiu que empresas usassem chatbots no Messenger para melhorar o atendimento ao cliente e interagir com os usuários;

Chatbot Tay – 2016: a Microsoft lançou o chatbot Tay no Twitter, mas ele foi desabilitado após interações negativas com usuários, destacando os desafios de treinar chatbots para interações seguras;

Bixby Assistente Virtual – 2017: a Samsung lançou o assistente virtual Bixby, que se integra a dispositivos da marca para comandos de voz e controle de aparelhos;

A história dos chatbots continua a evoluir à medida que a tecnologia de IA e o processamento de linguagem natural se tornam mais avançados.

Como Funciona o Chatbot?

Os chatbots são programas de computador projetados para interagir com os usuários por meio de uma interface de chat, como uma janela de chat em um site ou aplicativo. Eles funcionam através de uma combinação de tecnologias, com destaque para o NLP e o Aprendizado de Máquina.

O NLP permite que os chatbots compreendam a linguagem humana, analisando o texto inserido pelos usuários, identificando palavras-chave, entendendo o contexto da conversa e interpretando a intenção do usuário. Isso torna possível para os chatbots responderem de forma inteligente e relevante às perguntas dos usuários.

Os chatbots geralmente possuem um banco de dados com respostas pré-definidas para perguntas comuns ou tarefas específicas. Quando um usuário faz uma pergunta, o chatbot procura a resposta mais apropriada com base em sua programação. 

Além disso, eles podem usar algoritmos de Aprendizado de Máquina para melhorar suas respostas ao longo do tempo, com base na análise de conversas anteriores e na identificação de padrões.

Os chatbots também podem ser integrados a sistemas externos, como bancos de dados, sistemas de gerenciamento de clientes (CRM) e outras ferramentas de software. Isso permite que eles forneçam informações em tempo real e executem ações específicas, como fazer reservas ou fornecer atualizações de estoque.

É importante destacar que os chatbots podem ser treinados continuamente para melhorar suas habilidades de conversação e desempenho, por meio da correção de respostas incorretas e da adaptação a mudanças nas necessidades dos usuários.

Conheça as Aplicações do Chatbot

Chatbot: imagem de uma interação entre chatbot e humano.

Existem  diversas aplicações do chatbot, para diferentes áreas, por isso, separamos para você as principais delas. Veja abaixo:

Geração de Leads

Imagine um cenário em que um visitante acessa seu site ou página de mídia social em busca de informações sobre um tópico de interesse. Nesse momento, o chatbot pode entrar em ação, abordando o visitante, respondendo às perguntas e, simultaneamente, solicitando informações de contato.

À medida que a conversa evolui e as interações continuam, o chatbot pode nutrir o relacionamento com o visitante, fornecendo conteúdos exclusivos e, ao mesmo tempo, qualificando o lead com base em critérios predefinidos.

E-commerce

Os chatbots auxiliam os compradores a encontrar produtos, fazem recomendações com base nas preferências do cliente e fornecem informações detalhadas sobre os produtos. E isso sem dúvidas melhora a experiência de compra dos clientes.

Os chatbots também podem ajudar os clientes a concluir pedidos, facilitando o processo de compra e coletando informações necessárias para o pagamento e entrega. 

Eles podem fornecer atualizações sobre o status dos pedidos, ajudando os clientes a rastreá-los facilmente.

Marketing e Vendas

Os Chatbots desempenham um papel fundamental em marketing e vendas, pois auxiliam no atendimento ao cliente e no processo de vendas. 

Eles interagem com visitantes, coletam leads, segmentam a audiência, fornecem conteúdo personalizado e automatizam campanhas de marketing. 

Além disso, após vendas, continuam a se envolver com os clientes, fornecendo suporte pós-venda e coletando feedback. Isso agiliza processos, melhora o atendimento ao cliente e impulsiona o crescimento das empresas.

Pesquisas

Os chatbots têm uma aplicação significativa na realização de pesquisas em várias áreas. Eles são frequentemente utilizados para conduzir pesquisas de satisfação do cliente, coletar feedback sobre produtos e serviços, bem como realizar pesquisas de mercado. 

Os chatbots facilitam a coleta de informações e opiniões dos usuários de maneira rápida e eficaz, tornando o processo de pesquisa mais acessível e eficiente. 

Essas pesquisas ajudam as empresas a avaliar o desempenho, entender as necessidades dos clientes e identificar tendências de mercado, contribuindo para a tomada de decisões informadas.

Agendamento e Reservas

Eles são usados para simplificar e automatizar processos de marcação de compromissos, reservas de serviços e agendamentos de atividades em várias áreas. 

Por exemplo, em setores como hospitalidade, restaurantes e saúde, os chatbots podem permitir que os clientes agendem quartos de hotel, façam reservas em restaurantes ou agendem consultas médicas com facilidade. 

Esses assistentes virtuais estão disponíveis 24/7 e podem interagir com os clientes de forma eficiente, fornecendo informações sobre disponibilidade, confirmando reservas e enviando lembretes de compromissos. Isso economiza tempo para os clientes e melhora a eficiência operacional para as empresas.

Ensino e Aprendizado

Os chatbots são utilizados para fornecer suporte educacional, tirar dúvidas de alunos, oferecer informações sobre cursos e recursos de aprendizado, além de ajudar na administração de tarefas relacionadas à educação. 

Por exemplo, chatbots em instituições de ensino podem auxiliar na orientação dos alunos, fornecer informações sobre programas acadêmicos e horários de aulas, fornecer lembretes sobre datas de exames, além de realizar a correção automática de testes e fornecer feedback imediato. 

No aprendizado online, chatbots são empregados para criar interações de conversação que simulam um ambiente de aprendizado, auxiliando os alunos na compreensão de conceitos e na resolução de exercícios e até mesmo para servirem como uma fonte de motivação para os alunos.

Entretenimento

Eles são frequentemente utilizados para criar jogos, histórias interativas e experiências de entretenimento personalizadas. 

Por exemplo, os chatbots podem atuar como personagens em jogos de texto, narrar histórias interativas em que os usuários tomam decisões que afetam o desenrolar da trama, ou até mesmo fornecer informações e curiosidades divertidas sobre celebridades, filmes e programas de TV. 

Essas aplicações tornam o entretenimento mais envolvente e interativo, permitindo que os usuários participem ativamente das experiências de entretenimento por meio de conversas com os chatbots.

Qual a Diferença Entre Chatbot e Assistente Virtual?

Chatbot: imagem de um homem negro de social interagindo pelo computador com um assistente virtual.

A distinção entre chatbots e assistentes virtuais reside principalmente na amplitude de suas capacidades de conversação e nas tarefas que podem realizar.

Chatbots são programas de computador que interagem com os usuários por meio de uma interface de chat, geralmente com um objetivo específico, como fornecer suporte ao cliente, realizar reservas ou responder a perguntas sobre produtos. 

Eles operam com lógica pré-programada e respostas definidas, com pouca ou nenhuma capacidade de aprendizado com base nas interações. Assistentes virtuais, como a Siri da Apple, a Cortana da Microsoft e o Google Assistant, têm uma conversação mais avançada e versátil. 

Eles são projetados para realizar uma ampla variedade de tarefas, desde responder a perguntas em linguagem natural até realizar ações complexas, como agendar compromissos, reproduzir músicas e controlar dispositivos domésticos inteligentes. 

Além disso, incorporam tecnologias de aprendizado de máquina e inteligência artificial para aprender com as interações dos usuários e aprimorar suas respostas ao longo do tempo. Portanto, a diferença fundamental está na amplitude de suas capacidades e na sofisticação das interações possíveis.

Quais as Vantagens de Utilizar um Chatbot no Seu Negócio?

Utilizar um chatbot oferece várias vantagens em diversas áreas, incluindo atendimento ao cliente, marketing, vendas e operações. Algumas das principais vantagens incluem:

Disponibilidade 24/7: chatbots estão disponíveis o tempo todo, permitindo que os clientes obtenham assistência a qualquer hora, independentemente do fuso horário. Isso melhora a satisfação do cliente;

Respostas Imediatas: chatbots podem responder a perguntas comuns de forma instantânea, proporcionando respostas precisas e consistentes, o que é essencial para uma experiência positiva do cliente;

Redução de Custo: a automação do atendimento ao cliente por meio de chatbots pode reduzir custos operacionais, pois diminui a necessidade de ter uma equipe de suporte 24/7;

Eficiência Operacional: chatbots podem lidar com várias consultas ao mesmo tempo, tornando o atendimento mais eficiente e evitando longos tempos de espera;

Geração de Leads: chatbots podem coletar informações de contato e qualificar leads, fornecendo uma maneira eficaz de expandir sua lista de contatos para campanhas futuras de marketing;

Personalização: chatbots podem personalizar a experiência do usuário com base no histórico de interações do cliente, fornecendo recomendações de produtos e conteúdo personalizado;

Suporte a Vendas: os chatbots podem auxiliar os clientes no processo de compra, responder a perguntas sobre produtos e direcionar os visitantes para páginas de vendas relevantes;

Automação de Tarefas Repetitivas: chatbots podem realizar tarefas repetitivas e rotineiras, liberando os funcionários para se concentrarem em tarefas mais estratégicas e criativas;

Feedback em Tempo Real: os chatbots podem coletar feedback dos clientes em tempo real, permitindo ajustes rápidos em sua estratégia de marketing e melhoria constante;

Análise de Dados: chatbots podem coletar dados valiosos sobre as preferências e comportamentos dos clientes, permitindo uma análise mais precisa e informada para aprimorar estratégias futuras;

Múltiplos Canais de Atendimento: os chatbots podem interagir com os clientes em diversas plataformas, como site, redes sociais, aplicativos de mensagens, e-mail e muito mais. Isso proporciona flexibilidade aos clientes, permitindo que eles escolham o canal de comunicação mais conveniente para eles;

Melhoria da Experiência do Usuário: eles fornecem uma experiência mais conveniente, rápida e personalizada, o que pode aumentar a satisfação do cliente e a fidelidade à marca.

Tipos de Chatbots

Conheça os 3 tipos de chatbot existentes. 

1. Baseados em Regras

Os chatbots baseados em regras são programas de software que operam seguindo um conjunto predefinido de regras e respostas. Eles são projetados para realizar tarefas específicas e oferecem respostas predefinidas com base nas interações do usuário. 

São ideais para funções simples e repetitivas, como responder a perguntas frequentes ou fornecer informações básicas.

2. Com Inteligência Artificial

Os chatbots com IA são mais avançados e utilizam algoritmos de aprendizado de máquina e processamento de linguagem natural (NLP) para entender e responder a perguntas dos usuários de forma mais sofisticada.

Eles têm a capacidade de aprender com o tempo e aprimorar suas respostas à medida que interagem com mais usuários. Isso os torna adequados para tarefas complexas e variadas, como assistência ao cliente personalizada, recomendações de produtos e muito mais.

3. Híbrido

Os chatbots híbridos combinam características de chatbots baseados em regras e chatbots com IA. Eles podem ser programados para seguir regras específicas, mas também têm a capacidade de aprender e melhorar suas respostas com base em interações anteriores dos usuários. 

Isso os torna flexíveis, permitindo uma ampla gama de aplicações, desde fornecer informações simples até lidar com solicitações mais complexas e personalizadas.

Como Criar um Chatbot: Passo a Passo

Chatbot: imagem de uma pessoa programando um chatbot em seu computador.

A criação de um chatbot envolve várias etapas, desde o planejamento até a implementação. Aqui está um guia geral sobre como criar um chatbot:

Passo 1: Defina o Objetivo e o Caso de Uso:

Antes de começar a criar um chatbot, é importante definir o objetivo e o caso de uso. Pergunte a si mesmo:

  • Qual é o propósito do chatbot?
  • Para que tipo de interações ele será usado?
  • Ele será usado para atendimento ao cliente, vendas, suporte técnico ou outra finalidade?

Passo 2: Escolha a Tecnologia e a Plataforma:

Você pode optar por construir seu chatbot do zero ou usar uma plataforma de desenvolvimento de chatbots existente. Algumas das plataformas populares para criar chatbots incluem:

  • Facebook Messenger;
  • Whatsapp;
  • Chat da sua empresa, etc.

Escolher a tecnologia e a plataforma certas dependerá das necessidades específicas do seu projeto.

Passo 3: Projete a Conversa:

Crie um roteiro ou fluxograma que represente a conversa que o chatbot terá com os usuários. Pense nas perguntas que o chatbot fará, nas respostas que oferecerá e nas ações que executará com base nas interações dos usuários.

Passo 4: Desenvolva o Chatbot:

Com base no seu plano de conversação, comece a desenvolver o chatbot. Isso envolve a configuração de respostas, definição de gatilhos de conversação, integração com APIs e outras tarefas técnicas. Se você estiver usando uma plataforma de desenvolvimento, siga as diretrizes e tutoriais fornecidos pela plataforma.

Passo 5: Treine o Chatbot:

Os chatbots baseados em IA geralmente requerem treinamento. Você precisará alimentar dados de treinamento ao chatbot para que ele possa entender e responder às perguntas dos usuários de maneira eficaz. Isso envolve o uso de técnicas de processamento de linguagem natural.

Passo 6: Teste e Ajuste:

Antes de lançar o chatbot publicamente, teste-o internamente. Verifique se ele responde às perguntas corretamente e se executa as ações esperadas. Faça ajustes com base nos resultados dos testes.

Passo 7: Integre o Chatbot:

Se o chatbot for parte de um site, aplicativo ou plataforma maior, integre-o de acordo. Certifique-se de que o chatbot possa se comunicar com outros sistemas, se necessário.

Passo 8: Lance e Monitore:

Depois de testar e ajustar o chatbot, você pode lançá-lo publicamente. Acompanhe o desempenho do chatbot, colete feedback dos usuários e faça melhorias contínuas.

Passo 9: Melhore a IA:

Para chatbots baseados em IA, aprimore continuamente os modelos de linguagem e aprendizado de máquina. Quanto mais o chatbot interage com os usuários, melhor ele se torna em entender e responder às perguntas.

Passo 10: Mantenha Atualizado:

À medida que as necessidades e as expectativas dos usuários evoluem, continue aprimorando e atualizando seu chatbot para atender às demandas em constante mudança.

Lembrando que a complexidade da criação de um chatbot pode variar, dependendo do nível de sofisticação desejado e da tecnologia escolhida.

Conclusão

A implementação de chatbots é uma estratégia inteligente que não apenas melhora o atendimento ao cliente, mas também impulsiona a eficiência e o crescimento dos negócios. 

Por isso, é muito importante que você explore essa tecnologia, para que você esteja melhor posicionado para enfrentar os desafios do mercado e prosperar em um mundo onde tudo acontece de forma muito rápida, e a otimização das atividades é uma solução de grande importância.

O chatbot é, sem dúvidas, uma ferramenta poderosa que pode transformar a maneira como você interage com seus clientes e impulsiona o sucesso de sua empresa!

💡 16 Exemplos de Inteligência Artificial Presentes no seu Dia a Dia

📱 Saiba o Que É Internet das Coisas, Como Funciona e Exemplos

💻 Inteligência Artificial ChatGPT: O Que É, Como Funciona e Como Utilizar

🧑‍🚀 Tess AI: as Maiores IAs do Mundo em Um Só Lugar

 

 

Curtiu este artigo?

0 / 5 Resultado 0 Votos 0

Your page rank:

Pareto

Author: Pareto - Conheça mais sobre o universo das IAs e do Marketing Digital. Acesse já o nosso acervo de conteúdos!