Skip to main content
Inteligência Artificial

O Que São Assistentes Virtuais, Como Funcionam e Como Usar?

By novembro 23, 2023fevereiro 28th, 2024No Comments
assistentes virtuais

“Siri, faça uma pesquisa sobre o que são as assistentes virtuais.”

Executar um comando, como fazer uma pesquisa na internet, é uma das tarefas de uma assistente virtual. Este recurso tecnológico é usado em computadores, celulares e dispositivos eletrônicos como uma forma de transformar pedidos escritos ou por voz em ações automáticas. 

E você conhece estas assistentes virtuais! Alexa da Amazon, Cortana da Microsoft e Siri da Apple são apenas algumas disponíveis no mercado atualmente. 

Mas você realmente conhece essa tecnologia e suas limitações? Neste artigo, vamos te apresentar as assistentes virtuais mais populares no mercado, qual é a diferença entre elas e inteligência artificial generativa e dar dicas de como usá-las. 

O Que São as Assistentes Virtuais

Uma assistente virtual é um software desenvolvido para executar comandos por voz ou escritos. 

Este desenvolvimento é feito a partir de recursos como  Inteligência Artificial (AI) e Machine Learning. Desta forma, as assistentes virtuais aprendem a compreender os padrões de voz, a forma como as palavras são ditas, e entregar o melhor resultado para o comando.

Assistentes Virtuais e a Internet das Coisas (IoT)

Além dos computadores e celulares, as assistentes virtuais também estão conectadas a outros dispositivos eletrônicos domésticos como lâmpadas, geladeiras e televisores.

Isso é possível porque, atualmente, estes dispositivos são integrados à internet. Esta integração é o que chamamos de Internet das Coisas (IoT). Em outras palavras, os objetos agora possuem conexão com o wi-fi e podem ser usados de maneira remota, inclusive pelas assistentes virtuais.

Um bom exemplo é a Alexa, assistente virtual da Amazon. Ao chegar em casa, você pode dar o comando: “Alexa, acender a luz”. E logo mais as luzes do ambiente se acendem sem que você precise apertar o interruptor. 

Assistentes Virtuais Disponíveis no Mercado

A tecnologia das assistentes virtuais não é uma novidade. Desde 2011, com o lançamento da Siri pela Apple, essa tecnologia se desenvolveu e ganhou novos espaço nas casas dos usuários. Três dessas assistentes virtuais merecem destaque.

Alexa da Amazon

Alexa foi lançada em 2014, como uma “inteligência artificial controlada por voz da Amazon. (…) Alexa pode tocar sua música favorita, ler as últimas notícias, diminuir o brilho das lâmpadas da sala e muito mais”. 

Além da assistente virtual, a Amazon também lançou os Echo, que são os dispositivos eletrônicos que podem ser posicionados na casa. Ao dar um comando, eles executam. 

Cortana da Microsoft 

Também em 2014, a Microsoft lançou a Cortana, assistente virtual para computadores e celulares. No site da Microsoft, ela é descrita como uma assistente de produtividade, “que o ajudará a economizar tempo e se concentrar no que é mais importante”.

Siri da Apple

A primeira assistente virtual lançada foi a Siri, da Apple, em 2011. A tecnologia então era mais simples, mas atualmente é capaz de fazer tarefas complexas por comandos de voz. 

A assistente virtual está integrada aos dispositivos da Apple em uma casa, e pode ser usada simultaneamente. 

Assistente Virtual ou Inteligência Artificial Generativa? 

O ChatGPT e outras inteligências artificiais generativas estão em destaque atualmente por sua capacidade de produzir textos, imagens e vídeos. Porém, este recurso é diferente de uma assistente virtual.

Uma AI generativa pode:

  • Criar conteúdos em texto a partir de um comando;
  • Produzir imagens a partir de uma referência visual;
  • Gerar ou modificar elementos em uma imagem;
  • Alterar elementos presentes em vídeos. 

Por outro lado, a assistente virtual não possui essa capacidade. Ela não pode produzir um texto como o Chat GPT, ou uma imagem como o DALL-E 2. 

Assistentes virtuais podem:

  • Acender as luzes da casa;
  • Fazer uma pesquisa na internet;
  • Criar listas de tarefas;
  • Tocar uma música em um aplicativo;
  • Enviar mensagens de texto;
  • Trancar as portas de uma casa.

É importante entender a diferença entre ambas porque o propósito de cada uma delas é diferente. Enquanto a assistente virtual tem como objetivo simplificar tarefas domésticas, a AI Generativa tem como propósito a produção de conteúdo.

Chatbot ou Assistente Virtual

Outra diferença que merece atenção é entre chatbot e assistente virtual.

Embora ambos sejam tecnologias que usam recursos conversacionais, o Chatbot é usado em um contexto empresarial, como forma de ajudar os clientes a executarem uma tarefa. No site de uma empresa, o chatbot pode ser usado como forma de atender clientes, direcionar pedidos de suporte ou dar instruções.

Os chatbots são predominantemente controlados por mensagens escritas, abrangendo aplicativos de mensagens como WhatsApp, Facebook Messenger, Telegram etc. Um exemplo claro disso é o JivoChat, que vai além de ser apenas um serviço de chat online.

Ele atua como um CRM abrangente, integrando o atendimento de diversos canais online em um ambiente intuitivo e fácil de gerenciar. Além de fornecer informaões aos visitantes do site, destaca-se na retenção de clientes, impulsionando as taxas de conversão e contribuindo para o sucesso do cliente em todas as etapas.

Enquanto a assistente virtual funciona a partir de comandos por voz, como por exemplo a Siri, Alexa, Google Assistente etc. Essas assistentes, ao contrário dos chatbots, são projetadas para oferecer interações mais naturais e personalizadas, respondendo a comandos de voz e executando tarefas variadas com base nas necessidades do usuário.

Por que as Assistentes Virtuais São Necessárias 

Neste artigo falamos sobre as tarefas que as assistentes virtuais podem realizar, mas ainda não abordamos a necessidade dessa tecnologia na sociedade. Existem dois pontos que merecem destaque ao falarmos sobre a importância dessa tecnologia.

Suporte para Pessoas com Deficiência

Pessoas com deficiências (PCD) podem usar as assistentes virtuais como forma de ampliar sua autonomia e executar tarefas que antes pareciam desafiadoras.  

Por exemplo, uma pessoa com deficiência motora, pode apagar as luzes facilmente. Da mesma forma, uma pessoa com deficiência visual pode fazer ligações apenas com um comando por voz. 

Pedidos de Socorro 

Pessoas de todas as idades podem usar as assistentes virtuais como forma de obter socorro em situações de perigo. 

Na Inglaterra, uma menina de quatro anos buscou socorro enquanto sua mãe convulsionou. A pequena usou a Alexa para ligar para seu pai e explicar a situação. O pai foi capaz de instruir a filha durante o episódio e acionar o socorro que a esposa precisava. 

Este tipo de tecnologia, que torna simples, a integração de pessoas com telefones e outros meios de comunicação é uma grande vantagem. 

Conclusão

“Alexa, relembre os tópicos que aprendi com esse artigo”.

Agora você sabe o que são as assistentes virtuais, no que elas diferem de AI generativas ou chatbots e como elas são importantes para a sociedade. Alexa, Cortana, Siri e tantas outras, são inovações tecnológicas que abrem portas para uma vida mais conectada, simples e inclusiva. 

Quer saber mais sobre as novas tecnologias que vêm mudando o mundo? Acompanhe os artigos aqui no Blog da Pareto!

Curtiu este artigo?

0 / 5 0 0

Your page rank:

Pareto

Author: Pareto - Conheça mais sobre o universo das IAs e do Marketing Digital. Acesse já o nosso acervo de conteúdos!