Skip to main content
Inteligência ArtificialSeleção do Editor

Guia Completo sobre Inteligência Artificial e sua Aplicação nas Empresas

By agosto 15, 2022agosto 30th, 2022No Comments
inteligência artificial: imagem de dois profissionais sentados na mesa de trabalho conversando e olhando para a tela de um notebook

Ainda hoje muitas pessoas relacionam a Inteligência Artificial com o grande domínio de máquinas sobre os seres humanos. Mas, na verdade, o uso dessa tecnologia auxilia na resolução de diversos problemas, desde os mais rotineiros, até mesmo aos mais complexos. 

A Inteligência Artificial se refere a uma série de inteligências que são similares à humana, mas com um mecanismo por trás do seu funcionamento. Suas funcionalidades são inúmeras e podem atuar em muitos campos como, por exemplo, o do marketing digital. 

De certa maneira, a I.A. chegou para revolucionar todo o mercado e a maneira com que nós seres humanos vivemos e trabalhamos. Entretanto, a grande diferença que nós possuímos em relação a efetividade dessas máquinas é justamente a criatividade perante a diferentes situações. Continue lendo e saiba mais!

O Que É Inteligência Artificial?

Inteligência Artificial é o ramo da ciência da computação que simula a inteligência humana em máquinas. A sua aplicação permite a interação entre os mais variados sistemas, fazendo com que eles aprendam por meio da experiência, percebam mudanças e se ajustem a elas.

Para executar a sua função com eficácia, a I.A. necessita de outras tecnologias complementares, como processamento de linguagem natural, reconhecimento de fala e aprendizado de máquina.

Um exemplo de I.A. que está presente no dia a dia é o famoso bot de atendimento, também conhecido como Chatbot. Ele torna visível o papel da Inteligência Artificial, uma vez que faz uma tarefa que pode ser de grande escala, em poucos minutos, simulando o atendimento humano e reduzindo o tempo de trabalho.

História da Inteligência Artificial

Estima-se que há cerca de 64 anos, a Inteligência Artificial originou-se a partir de estudos científicos. Naquele tempo, não se imaginava tudo o que ela seria capaz de proporcionar e nem quais proporções de inovação ela traria.

Os cientistas Herbert Simon e Allen Newell foram os criadores desta tecnologia, inaugurando, na Universidade de Carnegie Mellon, o primeiro laboratório dedicado à inteligência artificial no âmbito acadêmico.

As primeiras formas de I.A. permitiram, por exemplo, que computadores jogassem contra os humanos e tivessem capacidade até mesmo de os derrota-los!

Foi o que ocorreu com o campeão mundial de xadrez Garry Kasparov, que perdeu uma partida em 1997 para um computador chamado DeepBlue, criado pela International Business Machines Corporation (IBM).

Atualmente, esse tipo de tecnologia não está mais restrito ao lazer e diversão, ao contrário tornou-se uma solução para diversos problemas  e está presente em diferentes áreas, fazendo parte da rotina pessoal e profissional das pessoas.

Conheça a Tess, Inteligência Artificial da Pareto

A Tess é a primeira assistente profissional feita de Inteligência Artificial no mundo e foi desenvolvida pela Pareto. Ela atua, de forma rápida e prática, automatizando inúmeros processos de marketing e vendas por meio de análises complexas, permitindo alcançar o máximo da performance.

Ao automatizar processos operacionais, a Tess consegue gerar alertas, projetar os KPIs, identificar anomalias e muito mais funcionalidades que a I.A. consegue desenvolver para otimizar a rotina das empresas. Veja no vídeo abaixo um exemplo de como ela funciona na prática.

Como Funciona a Inteligência Artificial?

O funcionamento de um robô de Inteligência Artificial se baseia na combinação de volumes de dados digitais e algoritmos inteligentes, permitindo, assim, ao sistema ler e interpretar padrões e informações para aprender automaticamente.

Entretanto, para que esse aprendizado aconteça é necessário trabalhar com diferentes tecnologias complementares: Machine Learning, Deep Learning e Processamento de Linguagem Natural (PLN).

Saiba mais sobre elas!

Machine Learning

O Machine Learning é a habilidade de uma máquina ou até mesmo sistema possui em aprender sem necessidade de programação prévia. Isso porque esse aprendizado de máquina consegue realizar previsões através da identificação de padrões e, assim, auxilia empresas em diversos setores.

Um bom exemplo a ser citado nesse caso são as sugestões de produtos que os consumidores são impactados após realizar uma compra em um site. Nessa situação o Machine Learning utiliza de uma base de milhões de interações na plataforma para gerar um resultado mais propício e provável de impactar positivamente o cliente.

Deep Learning

O Deep Learning é um tipo de aprofundamento do Machine Learning, mas com uma capacidade de tornar o aprendizado do sistema muito mais complexo e inteligente para que resultados mais assertivos sejam obtidos.

Esse tipo de tecnologia utiliza redes neurais complexas, seguindo a mesma lógica da ligação entre neurônios no cérebro humano. Ele permite que o sistema aprenda e interprete padrões mais difíceis e volumosos e é aplicado, por exemplo, no reconhecimento de imagens e fala.

Processamento de Linguagem Natural (PLN)

Para que as máquinas de fato interajam e se comuniquem com os seres humanos de forma natural o Processamento de Linguagem Natural é necessário em sua construção. O PNL é a utilização da tecnologia do Machine Learning para que o sistema reconheça, analise e encontre padrões para assim gerar uma linguagem e expressão de forma mais humana a IA.

Com o avanço dessa tecnologia será possível chegar em um estágio em que as máquinas e os seres humanos consigam se comunicar de forma natural. Atualmente essa ciência atua em áreas como, por exemplo, a análise de sentimentos e algoritmos que identificam o teor de um texto ou chatbots de atendimento.

Banner com a frase maximize suas conversões com I.A.

Benefícios da Inteligência Artificial nas Empresas

O uso da Inteligência Artificial auxilia tanto as organizações quanto usuários comuns em suas rotinas diárias. Por isso, os benefícios são diversos e você pode conhecer alguns deles abaixo.

Aumento da Produtividade e Transformação Acelerada 

A partir do momento que a primeira automação é implementada com o uso da Inteligência Artificial, algumas das principais tarefas e processos repetitivos deixam de ser realizados manualmente.

Sendo assim, haverá um ganho de produtividade, uma vez que as equipes da organização estarão com o foco em atividades mais estratégicas.

Além disso, a primeira automação abrirá as portas para que demais automações sejam implementadas de forma mais rápida. Isso porque os colaboradores já estão alinhados com a cultura e estratégia da empresa.

Redução de Riscos e Maior Precisão nos Resultados

Uma solução de Inteligência Artificial tem o objetivo de mitigar os erros, já que as tomadas de decisões são baseadas em um elevado coeficiente estatístico.

Assim, os processos vão melhorando ao longo do tempo e, consequentemente, trazendo mais resultados.

Com isso, graças aos resultados obtidos à medida que for executando as ações previstas, a Inteligência Artificial tem a capacidade de reduzir falhas e gargalos nos processos de produção.

Uma vez que diminui erros e aumenta a eficiência operacional.

Economia de Custos e Integração de Sistemas

Um ponto importante é que, ao implementar automações com Inteligência Artificial, seus processos tendem a ter melhores resultados e apresentar menor custo.

Principalmente por serem projetadas para diminuir os gargalos que existem com soluções otimizadas, mas também devido à economia de horas trabalhadas em atividades repetitivas, melhor aproveitando o tempo dos colaboradores.

Ainda, caso seja preciso ampliar ou implementar outras automações, elas acabam sendo integradas num único sistema para que possam se comunicar. E assim, todos os setores da empresa passam a estar alinhados e caminhando de forma ordenada.

Separamos aqui apenas algumas das principais vantagens desta tecnologia, ficou curioso para saber mais? Acesse a lista completa no nosso artigo sobre benefícios da Inteligência Artificial nas empresas.

Quais são os Tipos de Inteligência Artificial?

Para descomplicar os conceitos sobre os tipos de Inteligência Artificial presentes no dia a dia, selecionamos os três tipos de Inteligência Artificial e quais são as suas aplicações relacionadas. Confira!

Inteligência Artificial Limita (ANI)

O objetivo desse tipo de Inteligência Artificial é armazenar uma grande quantidade de dados e informações, além de ser possível realizar tarefas mais complexas. Todavia, é extremamente focada naquilo que foi designado em sua programação e possui duas subcategorias de divisão:

Máquinas Reativas

Seus recursos são mais limitados, uma vez que foram os primeiros tipos de Inteligência Artificial e não armazenam uma grande quantidade de dados. Além disso, reagem a apenas alguns estímulos externos de acordo com a forma como foram configuradas inicialmente.

Memória Limitada

São capazes de armazenar mais informações e usam esses dados para suas tomadas de decisões. Os serviços de streaming, por exemplo, utilizam esse tipo de IA para gerar recomendações personalizadas em suas plataformas.

Inteligência Artificial Geral (AGI)

A AGI possui a capacidade de realizar tarefas similares às executadas por seres humanos. Seu aprendizado pode ocorrer a partir de técnicas como, por exemplo, o machine learning e a reação a estímulos externos específicos. Nesta categoria há duas outras subdivisões:

Máquinas cientes

São aquelas que são capazes de compreender os estímulos externos que recebem e, dessa maneira, processam as informações de forma coerente.

Máquinas autoconscientes

As máquinas autoconscientes possuem a capacidade de possuir consciência de si próprias e do meio ao seu redor, facilitando assim o entendimento de fatores e estímulos externos.

Como exemplo de seu funcionamento, pode-se citar um momento em que há a presença do sentimento de tristeza.

Em muitas vezes quando estamos abatidos sentimentalmente liberamos lágrimas e, dessa maneira, quando avistamos alguém da mesma forma e com as mesmas atitudes, presumimos que a pessoa também está triste.

Superinteligência (ASI)

Esse tipo de inteligência artificial se trata apenas de uma suposição para o futuro da humanidade e ainda está sendo estudada e desenvolvida por cientistas.

A expectativa e previsão desta categoria é que ela supere a inteligência do ser humano em todos os aspectos e passe a realizar feitos que seriam impossíveis para o homem.

Por esse motivo, atualmente os debates científicos focam principalmente nessa IA, pois essa tecnologia poderá revolucionar o mundo e a maneira como nos relacionamos.

Pensando neste futuro, temos um artigo em nosso blog que aborda o Marketing do Futuro: A Revolução da Automação Já Está Acontecendo.

banner publicitário

5 Exemplos de Inteligência Artificial Presentes no Dia a Dia

Continua curioso para ver como a Inteligência Artificial funciona na prática? Veja abaixo 5 exemplos da tecnologia que fazem parte do nosso cotidiano. Para ver a lista completa, acesse o artigo com 16 Exemplos de Inteligência Artificial Presentes no seu Dia a Dia.

1. Assistentes Virtuais

Se você pensa que a Inteligência Artificial se baseia apenas em otimizar uma tarefas ou processos, você está enganado. A tecnologia vai muito além, em alguns casos ela pode atuar junto com as assistentes virtuais, a exemplo da Siri, Cortana, Alexa e Google Assistente.

As técnicas de I.A. utilizadas por essas assistentes virtuais permitem que haja uma troca de informações e ações. O usuário pode solicitar determinada demanda, a Inteligência Artificial valida todo o histórico de interação e se adapta para entregar o que foi solicitado.

2. Plataformas de E-mail

Caso você não saiba, grande parte dos serviços de e-mail como Gmail e Outlook, utilizam Inteligência Artificial para mapear possíveis mensagens de SPAM e evitar que a caixa de entrada fique lotada.

O filtro de spam tem uma série de regras e algoritmos que minimizam a quantidade de spam que pode chegar até o usuário. Isso não apenas evita anúncios indesejáveis, mas também auxilia a proteger o usuário contra fraudes de cartão de crédito ou roubo de identidade.

3. Mecanismos de Buscas

A Inteligência Artificial permite que os resultados de busca, que você realiza no Google, apareçam cada vez com mais velocidade e que o buscador reconheça sinônimos, assuntos relacionados, semelhança entre sons das letras, etc.

Assim, quanto mais buscas são realizadas, mais a I.A. aprende sobre a intenção de busca e sobre o comportamento, possibilitando um cenário de melhoria para os usuários.

4. Plataformas de Streaming

Como você já refletiu como as plataformas de Streaming conseguem aumentar o tempo de permanência dos usuários na tela?

Isso acontece porque, plataformas como Netflix, Deezer e Spotify são correlacionados ao sistema de recomendação de catálogos personalizados para os clientes, utilizando I.A. para que as indicações efetuadas tenham relevância.

Essas plataformas, que citamos acima, levam em consideração o que você já viu e gostou. Elas aprendem essencialmente com os dados que você fornece e, em seguida, usam seu próprio banco de dados para fornecer o conteúdo que melhor atende às suas expectativas.

5. Reconhecimento Facial

O reconhecimento facial é um recurso de Inteligência Artificial utilizado em diversos aparelhos, proporcionando segurança e comodidade para os usuários. Ele é utilizado, por exemplo, em dispositivos móveis e até mesmo em sistemas mais complexos de Check-in em aeroportos.

Par que o recurso funcione, é preciso utilizar I.A. e aprendizado de máquina. Na etapa de configuração, ele escaneia o rosto do usuário utilizando inúmeros pontos como marcadores para ajudá-lo a reconhecer o rosto de muitos ângulos diferentes.

Isso permite que o usuário desbloqueie seu telefone com o rosto em muitas situações e ambientes de iluminação diferentes e, ao mesmo tempo, evite que outra pessoa faça o mesmo.

Aplicações da Inteligência Artificial nas Organizações

Agora que você já sabe quais são os tipos de Inteligência Artificial, seus benefícios, exemplos de uso no dia a dia, confira as aplicações da tecnologia dentro das organizações de diferentes segmentos.

Bancos e Finanças

Um dos primeiros a adotar a Inteligência Artificial é o setor bancário e financeiro.

Desde Chatbots oferecidos por bancos, até robôs inteligentes da Aidya e Nomura Securities para negociação autônoma e de alta frequência, os usos são inúmeros e os benefícios também.

Além de Chatbots inteligentes, recursos como consultores de pagamento digital e mecanismos biométricos de detecção de fraudes aumentam a qualidade dos serviços para uma base de clientes mais ampla.

A implementação da I.A. ​​no setor bancário é constante para retrabalhar as empresas do setor, proporcionar maiores níveis úteis e experiências mais personalizadas aos seus clientes, reduzir riscos e aumentar as oportunidades envolvendo os motores financeiros da nossa economia moderna.

Saúde

Um dos principais impactos profundos que a IA criou está na área da Saúde.

Um dispositivo, tão comum quanto um Fitbit ou um iWatch , por exemplo, coleta muitos dados como os padrões de sono do indivíduo, as calorias queimadas por ele, frequência cardíaca e muito mais, o que pode ajudar na detecção precoce, personalização e até diagnóstico de doenças.

Este dispositivo, quando alimentado com I.A., pode monitorar e notificar facilmente tendências anormais. Isso pode até agendar uma visita ao médico mais próximo por si só e, portanto, também é de grande ajuda para os médicos que podem obter ajuda na tomada de decisões e pesquisas com IA.

Ele tem sido usado para prever transferências de UTI, melhorar fluxos de trabalho clínicos e até mesmo identificar o risco de um paciente de infecções adquiridas no hospital.

Educação

No setor de Educação existe uma  série de problemas que podem ser resolvidos com a implementação da I.A. Alguns deles são softwares de marcação automatizados, técnicas de retenção de conteúdo e sugestões de melhorias necessárias.

Isso pode ajudar os professores a monitorar não apenas o bem-estar acadêmico, mas também psicológico, mental e físico dos alunos, impactando positivamente no desenvolvimento geral.

A tecnologia também pode ajudar a ampliar o alcance da educação para áreas onde educadores de qualidade não podem estar presentes fisicamente.

Agricultura

A Inteligência Artificial está mudando muitas profissões, até mesmo as mais primitivas e básicas como é o caso da agricultura. O uso de I.A. na agricultura é frequentemente atribuído a robôs agrícolas, análise preditiva e monitoramento de culturas e solo.

Além disso, os drones também são usados ​​para pulverizar inseticidas e detectar a formação de ervas daninhas em grandes fazendas. Isso está ajudando inúmeras empresas a gerenciarem melhor as fazendas.

A tecnologia também melhorou a produção agrícola e melhorou o monitoramento, colheita, processamento e marketing em tempo real.

Robótica

Com o crescente desenvolvimento no campo da Inteligência Artificial, os robôs têm se tronado mais eficientes na execução de tarefas que antes eram muito complexas.

A ideia de Automação de processos Robóticos completa geralmente é realizada apenas com a ajuda da I.A., onde o sistema não pode apenas executar a tarefa especificada , mas também monitorá-la, inspecioná-la e melhorá-la sem qualquer intervenção humana.

A I.A. na robótica ajuda os robôs a aprender os processos e realizar as tarefas com total autonomia, sem qualquer intervenção humana. Isso ocorre porque os robôs são projetados para realizar tarefas repetitivas com máxima precisão e maior velocidade.

A tecnologia vem introduzindo flexibilidade e recursos de aprendizado em aplicações anteriormente rígidas de robôs. Espera-se que esses benefícios reforcem o crescimento do mercado.

Marketing

A  aplicação da Inteligência Artificial no Marketing permite tomar decisões automatizadas com base na coleta de dados, análise de dados e observações adicionais de público ou tendências econômicas que podem afetar os esforços de marketing.

A I.A. é frequentemente usada em esforços de marketing onde a velocidade é essencial. As plataformas de I.A. usam dados e perfis de clientes para aprender a melhor forma de se comunicar com os clientes e, em seguida, fornecer mensagens personalizadas no momento certo, sem intervenção dos membros da equipe de marketing, garantindo a máxima eficiência.

Para muitos dos profissionais de marketing de hoje, a I.A. é usada para aumentar as equipes de marketing ou para executar tarefas mais táticas que exigem menos nuances humanas. Os casos de uso de marketing de IA incluem:

  • Análise de dados;
  • Identificação de anomalias;
  • Processamento de linguagem natural;
  • Gestão de mídia paga;
  • Tomada de decisão automatizada;
  • Geração de conteúdo;
  • Personalização em tempo real;
  • Gestão de orçamento de campanha, etc.

Para se aprofundar mais no tema, leia nosso artigo completo sobre 5 Aplicações de Inteligência Artificial em Marketing e Vendas e entenda como a tecnologia pode otimizar os resultados da sua empresa.

Por fim, com base nas aplicações mostradas por aqui, é possível perceber que a Inteligência Artificial está mudando a forma como vivemos, trabalhamos, nos relacionamos com aplicações, em uma velocidade cada vez maior. Para acompanhar esse fenômeno, é importante por buscar informações confiáveis.

Aqui, no Blog da Pareto você encontra mais conteúdos como este que abordam tendências e novidades da transformação digital no ambiente corporativo.